Free songs
maxresdefault

Rogério Ceni fora. O próximo, por favor!

jul 4 • Atlético-MG, Atlético-PR, Bahia, Botafogo, Brasileirão, Corinthians, Cruzeiro, Destaques, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo, TICKER, Times, Vasco, VitóriaNenhum comentário em Rogério Ceni fora. O próximo, por favor!

Dorival Junior deixou de servir para o Santos, que buscou Levir Culpi. Agora, Dorival vira a menina dos olhos do São Paulo, que demitiu o ídolo Rogério. O “Mito” não correspondeu às expectativas dos “cardeais” tricolores, que veem Dorival como o melhor “tapa-buraco” para o momento. O futebol é assim…
Não existe convicção, tampouco planejamento. Existe, sim, a necessidade de se vencer para manter tudo “sob controle”.
Se títulos forem conquistados, ótimo. Se o time não brilhar, paciência. O clube seguirá forte, escorados na paixão dos torcedores.
O São Paulo derrapa na incompetência e no imediatismo. O Santos derrapou há um mês e já sofre as consequências. O Palmeiras foi vítima disso e conseguiu se equilibrar e o Corinthians, que se organizou há algum tempo, por isso é o maior vencedor dos últimos anos, quando resolveu sair do planejamento, retomando o imediatismo e o amadorismo, também sofreu. No entanto, conseguiu retomar o caminho das vitórias.
O futebol brasileiro nada mais é que reflexo dos desmandos assistidos na alta corte de Brasília. Como poderíamos esperar algo de diferente no mundo da bola se o imediatismo e o conchavo estão enraizados por aqui?
O São Paulo, assim como todos os clubes. é apenas reflexo da bandalheira que impera na nação. O futebol é apenas uma extensão destes desmandos. A administração tricolor, acéfala e pernóstica, usou o principal ídolo da história do clube para se manter no poder no Morumbi.
Pode vir Dorival ou qualquer outro nome e nada mudará no Tricolor. O time pode e deve ganhar uma injeção de ânimo, afinal o jogador de futebol, assim como qualquer outro profissional, vive de motivação e novos desafios, mas a realidade será a mesma: time fraco, comando técnico inseguro e amadorismo imperando sob a mesa de quem manda. E o torcedor vivendo de momentos de felicidade nas arquibancadas, aplaudindo e alimentando o sistema.
Como diz no futebol: segue o jogo! Sem convicção, sem planejamento, e de olho apenas no poder. Título? Ah, isso é um pequeno detalhe…
O próximo, por favor!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE