Free songs

Tecnologia no futebol: sim ou não?

out 19 • Brasileirão, Destaques, Futebol pelo Mundo, TICKER6 comentários em Tecnologia no futebol: sim ou não?

O uso da tecnologia no futebol está de novo em pauta. Nesta sexta-feira, o Bayer Leverkusen venceu o Hoffeinhem por 2 a 1, pela 9ª rodada da Bundesliga, com um gol em que a bola não entrou. Ou melhor, ela entrou, mas por fora do gol, por causa da rede que estava furada.

O lance foi difícil e realmente deu a impressão de gol. O juiz validou o lance e o único a notar que a bola realmente não havia entrado foi o atacante Kiessling, do Bayer, autor da cabeçada, que chegou a lamentar o fato de a bola ter passado tão perto da trave, no entanto ao notar que o árbitro Félix Brych havia validado o gol, festejou de forma tímida e sem graça. Um atitude também lamentável do jogador.

Explicado o lance, pergunto: Você é a favor do uso da tecnologia no futebol? Opine!

É um tema polêmico e difícil de opinar. Na verdade, o lance foi pela Bundesliga, uma das principais competições do planeta. No entanto, poderia ter acontecido na Liga dos Campeões, na final da Copa do Mundo de 2014 ou numa partida da série A-2 do Paulista. O erro é o mesmo. Aconteceu e prejudicou um adversário, deixando o esporte e a justiça do esporte em xeque.

Sinceramente eu tenho receio do uso da tecnologia nos jogos. Digo isso, pois acredito que os erros fazem parte do futebol. Sei que lesam profissionais, clubes e deixam na berlinda trabalhos de longo prazo, inclusive causando enorme prejuízo financeiro ao time prejudicado.

Mas uso aqui um outro exemplo da partida da Bundesliga para reforçar a minha argumentação. No primeiro tempo do duelo desta sexta-feira, o Hoffeinhem marcou um gol legítimo e que acabou anulado pelo auxiliar, que apontou impedimento inexistente no lance.

O erro foi crasso, pois o lance não foi difícil. O atacante brasileiro Firmino estava em condições e a imagem deixou claro isso. Mais um erro da arbitragem e coincidentemente contra o mesmo Hoffeinhem.

Pergunto: se a tecnologia fosse usada para anular o gol em que a bola entrou por fora do gol deveria também ser usada para validar o lance invalidado por impedimento que não aconteceu, correto?

Então fica claro que a tecnologia poderia vir a ser importante, mas se fosse usada para todos os lances da partida. Caso contrário a injustiça seguiria prevalecendo no futebol.

Vale lembrar que na Copa do Mundo do ano que vem, no Brasil, a Fifa vai adotar o “chip” na bola. A ação terá como objetivo flagrar a bola que entrou no gol e o trio de arbitragem não viu. É um avanço e eu acredito que seja valido.

No entanto, pergunto, de novo: Este recurso fará parte do futebol ou será usado apenas durante a Copa do Mundo?

Reitero: é preciso ser uma regra inserida ao futebol e que valha em todas as competições e não apenas num Mundial.

Vale ressaltar se este recurso estará disponível em todos os campos do mundo? É claro que não. Então acredito que seja uma mudança que pode ser benéfica, mas que já me incomoda pelo simples fato de não estar à disposição em todas as competições.

Dito isso, concluo que a tecnologia deve seguir fora do futebol.

E você, o que acha? Opine!

Foto: Getty Images

Comentários

Related Posts

« »