Free songs

Falcão e a dor de um belíssimo gol

jun 19 • Destaques, Grandes Craques1 comentário em Falcão e a dor de um belíssimo gol

Da série “Craques que vi jogar”, a camisa 5 tem dono. E não poderia ser de outro jogador senão Paulo Roberto Falcão. Este que foi pra mim um dos maiores volantes da história do futebol mundial.

Falcão, inclusive, tem um gol com a camisa da seleção brasileira, diante da Itália, no Mundial de 1982, na Espanha, que classifico como o mais belo gol marcado em Copas do Mundo. Afirmo isso no quesito emoção, é claro.

A plástica do gol foi bonita, já que Falcão cortou a marcação à frente da área e soltou uma bomba de perna esquerda, conseguindo o que até então parecia impossível naquele duelo: romper uma muralha chamada Dino Zoff.

Detalhe: O gol poderia ter sido também o da classificação brasileira, já que garantiu o 2 a 2 no placar, resultado que nos mantinha vivos no Mundial, mas isso não aconteceu.

A história daquela eliminação todos sabem, sobretudo o final dela que foi de muita tristeza para aquela seleção, que aponto também como a melhor que vi em ação em minha vida de torcedor. Na sequência, a Azzurra fez 3 a 2 e acabou com o sonho do time canarinho.

Mas voltando ao gol, a emoção é o ponto alto do lance. Falcão, cerebral e um “gentleman” com a bola nos pés, desabafou numa emoção única: o semblante de alívio, sorriso contagiante e as veias saltadas nos braços e no pescoço ficam para mim como a imagem mais marcante e contagiante que pude acompanhar num Mundial.

Admito que tenho este jogo na íntegra, o que causa protestos de muitos amantes do futebol, pois a dor ao final da partida é muito grande, mas – masoquista ou não – não resisto à emoção deste gol.

Fico à espera do lance e já preparado, pois as lágrimas são inevitáveis. Isso se chama paixão pelo futebol, sobretudo pelo jogador e por aquela seleção que, para muitos, foi perdedora, um fiasco…

Digo e repito: sou mais o time de 1982, caindo diante da Itália a me render ao futebol pragmático da seleção vitoriosa de 1994, nos Estados Unidos.

Já sobre Falcão, o que posso dizer é que  foi um craque dentro e fora de campo. Um jogador diferenciado com a bola nos pés. Seu currículo fala por si só. O jogador, que fez fama atuando na Roma da Itália, quando tornou-se o “Rei de Roma”, apareceu no Internacional de Porto Alegre, durante uma disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Ele jogou também pelo São Paulo.

Comentários

Related Posts

« »