Free songs
Autori

São Paulo: Malfadada e fora de hora aventura tricolor pela Europa. Opinem!

ago 2 • Futebol pelo Mundo, São Paulo, Times2 comentários em São Paulo: Malfadada e fora de hora aventura tricolor pela Europa. Opinem!

A aventura do São Paulo pela Europa serve para quê? Com exceção da Copa Suruga, as demais partidas foram a convite e a diretoria tricolor aceitou colocar o time na vitrine.
É verdade que quando o todo-poderoso Juvenal Juvêncio disse sim a essa malfadada excursão não imaginou que o clube estaria em efervescência e ameaçado pelo rebaixamento no Brasileirão.
Mas é verdade também que o time só está nesta situação graças ao mandatário tricolor. O regime é presidencial e Juvenal faz questão de dizer aos quatro cantos que ele quem manda. Então que assuma toda a pressão do momento.
A aventura do São Paulo pelo Velho Continente e pelo Oriente, onde disputará na próxima semana a Copa Suruga, é uma estratégia que já naufragou. Admitir isso seria o óbvio, porém nem o presidente tricolor, tampouco seus pares de diretoria o farão.
Admitir seria assinar o atestado de incompetência e isso dói na alma dos cardeais tricolores.
Pelo giro, o São Paulo receberá algo em torno de R$ 7 milhões. No entanto, o prejuízo com essa saída pode ser bem maior e num futuro próximo. Vale a pena?
O São Paulo ficou na última colocação na Copa Audi, um torneio de pré-temporada para os europeus, disputada nos últimos dias na Alemanha. A equipe perdeu para o Bayern de Munique (2 x 0) e para o Milan (1 x 0). Passou vergonha? Não. Mas foi vergonhoso o futebol apresentado. Assim como é vergonhosa a administração encabeçada por Juvenal.
Um clube acostumado a disputar torneios internacionais não poderia enfrentar Bayern e Milan com uma postura de clube pequeno, com medo e receoso de sofrer uma goleada.
Sei que o abismo entre os clubes é enorme e o Tricolor optou pela prudência, até porque o time é sofrível. Mas a passagem do São Paulo pela Copa Audi serviu apenas para mostrar o momento frágil do clube, que já teve melhores momentos fora do país.
O próximo compromisso será neste sábado, diante do Benfica, no lendário Estádio da Luz. Um belo jogo para fazer história. É amistoso, mas o adversário é tradicional e o palco, um dos mais importantes da Europa.
Triste e incompreensível
No entanto, um São Paulo temeroso e bastante prudente deve entrar em campo. A ordem atual no time de Paulo Autuori é perder de pouco. Foi assim diante do Bayern, onde parte da torcida, através das redes sociais, ressaltou a derrota por “apenas” 2 x 0. Triste e incompreensível.
Um empate terá sabor de vitória. O triunfo seria como um título. Esse é o atual São Paulo, apequenado por uma administração que tropeça no planejamento e, sobretudo, na arrogância.
O futebol é coletivo e tem que ser tratado desta forma dentro e fora de campo. Juvenal precisa entender isso.
Antes de voltar ao seu martírio no Brasileirão, onde ocupa a zona do rebaixamento, o São Paulo terá ainda a Copa Suruga. Um jogo contra o Kashima Antlers acontece na próxima quarta-feira, num duelo envolvendo o campeão japonês e o campeão da Sul-Americana.
Especula-se que os titulares possam retornar ao Brasil após o amistoso diante do Benfica, poupando assim parte do elenco da cansativa viagem até o Oriente. Caso se confirme, um São Paulo ainda mais frágil estará em ação na Terra do Sol Nascente.
Esse São Paulo fartura, mas contraria sua história. Fato.
A pergunta que não quer calar: Até quando a atual diretoria vai prestigiar Paulo Autuori? Já são 14 jogos sem vitória. Para a diretoria, uma marca negativa, sobretudo pela qualidade do time. Juvenal Juvêncio e seus pares entendem que o elenco é bom e o time, ótimo. Logo, logo, Autuori será cobrado…
Reitero o que tenho dito e escrito: Não creio no rebaixamento do Tricolor no Brasileirão, até porque existem clubes piores que o São Paulo na disputa. Mas não dê sorte para o azar.
Foto: EFE
Comentários

Related Posts

« »