Free songs
rib7888

Futebol brasileiro tropeça no dinheiro e na arrogância

set 21 • Atlético-MG, Atlético-PR, Bahia, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Destaques, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, Internacional, Libertadores, Palmeiras, Santos, São Paulo, TICKER, Times, Vasco, VitóriaNenhum comentário em Futebol brasileiro tropeça no dinheiro e na arrogância

O futebol brasileiro cai na bola para os rivais sul-americanos, mas não perde a arrogância de jeito nenhum. Somos mestres na arte de eliminar os adversários por antecipação e depois engolir o gosto amargo da derrota dentro das quatro linhas.
No entanto, mesmo com a eliminação, a ordem por aqui é manter o nariz empinado, afinal somos pentacampeões do mundo.
Defendo há algum tempo que o maior problema do brasileiro no futebol é não saber perder. Quando a derrota vem, sempre surge uma história muito bem contada, com detalhes sórdidos, para explicar o fiasco. É assim envolvendo as derrocadas dos clubes e também da seleção brasileira.
Até uma Copa do Mundo “vendemos” para a França, lembram-se disso? E tem gente que conta isso com uma certeza que se você estiver carente de ouvir boas histórias, acaba acreditando e passando pra frente. Patético…
O futebol brasileiro sofreu mais um duro golpe na noite desta quarta-feira com a eliminação do Santos para o inexpressivo, porém competitivo Barcelona de Guayaquil. A derrota na Vila foi vexatória, com direito a revolta da torcida após o jogo e cusparada de Bruno Henrique no rosto do rival.
Tudo na linha de sempre: estamos preparados apenas para vencer, perder nem pensar…
O Santos eliminado para o Barcelona não jogou nada. Mereceu a eliminação mesmo em casa. O time equatoriano foi valente, assim como havia sido diante do Palmeiras, na fase anterior.
Dentre as muitas explicações para a eliminação, já que assumir que o adversário foi superior nem pensar, salientam que “se” o jogo tivesse sido no Pacaembu, o Santos teria atropelado.
A Vila, histórica e temida, também tem seus dias, ou melhor, suas noites de grande vilã…
Após eliminar dois rivais brasileiros, o Barcelona terá agora um terceiro brazuca pelo caminho, o imortal Grêmio, que também morre, porém sobreviveu nas quartas de final diante do aguerrido Botafogo. Adivinhem qual time será apontado como favorito nas semifinais? O Tricolor gaúcho, claro. O brasileiro não aprende…
Só um adendo: só o salário de Bruno Henrique, que é pago pelo Santos para jogar e não cuspir no rosto dos rivais, cobre toda a folha salarial do time do Barcelona de Guayaquil.
Dito isso, a realidade é uma só: temos por aqui muito dinheiro e arrogância, mas tem faltado competência com a bola rolando. E isso vem acontecendo há algum tempo, sobretudo no principal torneio do continente.
Em tempo: a Copa Sul-Americana apresentou mais um brasileiro eliminado na noite desta quarta-feira: o Corinthians, virtual campeão brasileiro, caiu para o Racing, na Argentina, com dois expulsos e um zero a zero nos 90 minutos.
Numa melhor de dois jogos, o Alvinegro ficou pelo caminho na competição internacional. Palmas para os argentinos, né? Não… Para os jogadores do Corinthians, a culpa foi do árbitro, que expulsou dois atletas, inclusive Rodriguinho, que havia entrado há dois minutos e fez falta violenta. Méritos para o rival? Nunca…

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE