Free songs
5829225_x720

Palmeiras desrespeitou Eduardo Baptista!

maio 6 • Palmeiras, TimesNenhum comentário em Palmeiras desrespeitou Eduardo Baptista!

Cuca está de volta ao Palmeiras para o bem da nação alviverde. Todos felizes e otimistas quanto ao futuro, afinal o treinador campeão brasileiro optou por um período sabático de seis meses e ao mínimo sinal de que gostaria de voltar ao futebol, o Palmeiras abriu suas portas.

Bem-vindo, Cuca!

Optar pelo treinador campeão brasileiro é um direito do clube e dos dirigentes que lá estão. No entanto, atrapalhar a carreira de outro profissional é ruim e não se faz. O Palmeiras foi desrespeitoso com Eduardo Baptista e critico isso com toda indignação.

Inclusive, isso tem de servir de alerta ao próprio Cuca que, caso não faça o time jogar nu curto espaço de tempo, terá o mesmo caminho.

Eduardo Baptista foi “testado” no cargo. Não teve uma chance real de dirigir o Palmeiras. Esteve pressionado desde o primeiro minuto que chegou ao clube e não teve a chance de impor seu estilo de jogo à equipe. Isso levaria tempo e o atual Palmeiras não oferece isso a nenhum profissional.

Por isso, abra o olho, Cuca!

Eduardo Baptista viu sua carreira recuar na passagem pelo Palmeiras. Saiu taxado como treinador “maleável” e que não está preparado para um time grande. Defende e sempre levantarei a bandeira de que a contratação de um profissional seja em cima da convicção no trabalho e na forma de comandar do treinador. Pesquise a vida do profissional, busque informações, traga o treinador ciente do que ele pode oferecer ao clube.

Uma vez contratado, dê tempo e respeite acima de tudo a convicção que levou à contratação do profissional. Trocar treinador a cada três meses é a cara do futebol brasileiro e, por isso, não saímos do lugar. É uma mesmice que só atrasa. Porém, como cobrar profissionalismo de quem não tem para oferecer? A realidade é dura!

Que Eduardo Baptista tenha sucesso em seus próximos trabalhos e que Cuca fique em alerta. A faixa de campeão brasileiro pesou demais para sua volta, mas não o manterá no cargo diante de uma sequência de derrotas. Os dirigentes já provaram como administram o futebol alviverde.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE